Beleza

Live CH + EJ = Dez dicas para noivas divas

Por  | 

 

A estilista Carol Hungria recebeu o maquiador Eduardo Jônata em seu ateliê, no Rio, para um “ao vivo” no Instagram (já segue eles? @carolhungriaoficial e @noivadiva_) na noite de ontem, quarta, 5 de abril. Pinçamos as dicas mais valiosas…

 

1. A beleza de noiva, primeiramente, deve ser atemporal. Sem modismos ou tendências. Precisa olhar a foto em dez anos e continuar se achando linda. o ideal é ter um acabamento mais elaborado, com mais marcações. Porque a noiva deixa um pouquinho em cada convidado, né? O contorno geralmente é bem poderoso.

2. A diferença entre a beleza da noiva e a de uma madrinha é o cabelo. Todo mundo gosta de estar bem maquiada, a madrinha também vai querer estar poderosa. Então o que muda é o penteado. O da noiva é mais elaborado, precisa colocar o véu e também porque ela vai abraçar e beijar muita gente. Se forem 200 convidados, serão 400 abraços e beijos. Depois que o pessoal bebe, todo mundo abraça novamente :D
Ah! A madrinha está liberada para apostar em alguma tendência de maquiagem.

3. É preciso ter cuidado na hora de escolher o tipo de trança, ela pode virar um dread com tanta gente abraçando. A escama de peixe é uma das mais indicadas. Apesar de despojada, ela “segura” bem até o fim.

4. O coque (e penteados em geral) precisa combinar com a grinalda. Não adianta usar um coque podrinho com uma coroa imponente.

5. A mulher carioca não tem o hábito de prender o cabelo. Então por mais que ela queira, sempre tem uma resistência. Uma boa dica é deixar a frente de uma maneira que a noiva se reconheça, algo que ela usa no dia a dia. Se costuma usar o cabelo para o lado, é assim que deve ficar, por exemplo.

6. A velha dúvida entre cabelo solto e preso… A primeira sugestão é sempre prender. Mas sonha MUITO em casar com ele “ao vento”? Solução: cerimônia com ele solto e preso na festa.

7. As regras podem (e devem!) ser quebradas. Se está acostumada com maquiagem no dia a dia, pode, sim, casar com “olhão” mesmo que o casamento não seja à noite . Lembrando: é preciso se reconhecer no espelho. É até bacana ousar… Por anos e anos, a maquiagem de noiva foi insossa, sem graça. Agora é hora de divar!

8. Véu sempre no meio! Mesmo que seja com um coque lateral, por exemplo.

9. E por cima! Por baixo passa a impressão de que alguém está puxando a cabeça.

9. E preso com grampos. Para isso, o ideal é que ele tenha aquelas “casas”, feitas de linha. O pente (usado em alguns véus) costuma marcar o cabelo.

10. A noiva precisa se olhar no espelho e sentir maravilhosa, feliz, linda, poderosa, DIVA!

Dica extra: colírio Claril para deixar o olho bem branquinho e brilhando (ainda mais!).

 

Tisa Jaques é jornalista e produtora de moda. Escreve sobre casamentos desde 2008. Costuma brincar que a sua missão é não deixar as noivas perdidas na linha tênue entre o brega e o chique.

Você precisa estar logado para comentar Login