Acessórios

Hipster-chique

Por  | 
noivas_0026

Fotos: Dueto Fotografia

Quando vi a Alexandra no instagram da Michele [@mioliveira] fiquei louca. Aquele véu a la anos 20 que eu amo! Achei ela superestilosa. Desse tipo que você quer ser amiga, sabe?

Tava doida para ver mais fotos. O casório foi tão estiloso quanto os noivos [ele disse sim de óculos escuros! Adoro!]. Uma coisa hipster-chique! Para ter uma deia, no lugar do tradicional tapete vermelho, um caminho de folhas de livros, como se eles tivessem saído do conto de fadas <3

A Alexandra é formada em moda e também cursou dois anos de desenho industrial. Desenha vestidos desde os 4 anos.
Sempre sonhou em se casar [tinha Barbie Noiva] e, na dúvida de qual modelo usar, optou por dois [igualmente lindos!].
“Se eu pudesse teria tido cinco vestidos! Acho que dentro de mim tem milhões de estilos diferentes, e a vontade de usar cada um é muito forte!”, explica.

O processo de criação foi uma verdadeira metamorfose. “Assim que fiquei noiva fiz o meu primeiro rabisco e, em dois anos, ele mudou muito! Eu sempre faço pesquisas, então ia adicionando o que achava interessante“, explica. “Como eu já trabalhei com isso, conhecia um pouco mais do que as outras noivas. A Marie [Lafayette] foi uma escolha pela estrutura perfeita do vestido e a Magali Vieira, além do carinho, é fantástica! Trabalhei com ela durante três anos e já conheço bastante para saber que o trabalho dela é bem feito!”, afirma.

E agora p-a-r-a tudo.
O que foi esse colar de quartzo rosa [pedra do amor] que ela usou?
Só ele já é um look.
“Eu havia visto um vestido da Marchesa, que tinha um bordado lindo, mas acreditei que um colar seria algo completamente diferente e único! Produzir a peça foi um processo mútuo! Eu levava as idéias para a Legep e a Lilian, que é um amor, me ajudava em tudo! Via o que era possível ou não, e no final virou uma obra prima!”, conta.
Abre parênteses: eu já fiquei imaginando o pós-casamento, com o colar numa Hering branca + jeans + scarpin. Pronto, tô podre de chique em qualquer evento!

Por trás da grinalda tem uma historinha linda. Primeiramente, ela não queria usar de jeito nenhum. Achava tudo meio brega, mas aí conheceu a Le Vestito e soube que
poderia desenhar a sua própria peça. Lembrou das “estrelas de santo”, como chamava. “Eu colocava em alguns quadros meus estrelas acima da cabeça das
pessoas”, conta. Segundo ela, o processo de fabricação foi todo em São Paulo. “Fui muito bem atendida lá. Superindico!”, aconselha.

No make, queria algo discreto, mas com glitter! Brauliun Aguiar foi o responsável por achar o tom. “Ele tem um trabalho exemplar. Até o dia seguinte acordei linda!”,
elogia. No teste do cabelo, fizeram uma trança, mas no dia decidiram mudar para destacar o véu. “Eu gostei bastante! Tinha tranças soltas, bem doidinho, que nem eu”,
finaliza.

1

Trancinhas para deixar o cabelo bem “doidinho”

2 3 4 5 noivas_0003 noivas_0013 noivas_0015 noivas_0017 noivas_0018 noivas_0023 noivas_0025 noivas_0027 noivas_0028 noivas_0029 noivas_0033 noivas_0080 noivas_0083 noivas_0085 noivas_0086 noivas_0087 noivas_0094 noivas_0107 noivas_0108 noivas_0111 noivas_0113 noivas_0119 noivas_0127 noivas_0129 noivas_00130 noivas_0132 noivas_0134 noivas_0135 noivas_0138 noivas_0148

 

Quem fez o que:

Vestidos: Marie Lafayette e Magali Vieira
Véu: Marie Lafayette
Colar: Legep
Grinalda: Le Vestito
Maquiagem e cabelo: Brauliun Aguiar [21. 98096-3410]
Buquê: Ray Gonçalves Mélo
Sapato: Badgley Mischka
Alianças: Zales
Fotos: Dueto Fotografia
Vídeo: Wonderland Filmes

 

UPDATE

O vídeo do casório ficou pronto \o/

 

Théo & Alexandra – Wonderland Wedding from Wonderland Filmes on Vimeo.

 

 

 

 

 

Tisa Jaques é jornalista e produtora de moda. Escreve sobre casamentos desde 2008. Costuma brincar que a sua missão é não deixar as noivas perdidas na linha tênue entre o brega e o chique.

Você precisa estar logado para comentar Login

Deixe uma resposta